domingo, outubro 14, 2007

Agora é Oficial!

Amigos de jornada,


Hoje, dia 17 de Outubro de 2007, recebemos um e-mail de Buenos Aires, refere-se a entrevista.

Eles nos solicitam apresentar os originais dos documentos os quais cópias foram enviadas pelo correio e alguns outros itens que haverá necessidade de apresentar também no dia da entrevista.


Mas o que mais queríamos saber nós ainda não sabemos, a data da entrevista, pois é no e-mail apenas sabemos que será aqui em São Paulo em 2008, ótimo um ano tem 12 meses, mas enfim como nós ligamos alguns dias atrás para Buenos Aires ficamos sabendo que há a possibilidade de que aconteça em Abril, pois é o jeito é esperar, esperar, esperar e nos preparar, nos preparar, nos preparar muito e muito mesmo para que tudo saia de acordo na entrevista.


É isso meus queridos, agora a informação está oficializada!
Um abraço fraternal e um beijo no coração!
Ricardo e Rosangela

Esperar...esperar...esperar...

Amigos de jornada,

Bem sabemos que o processo de imigração é feito de longas esperas, as vezes não tão longas e outras, bem longas mesmo!

Acompanhamos muitos blogs e trocamos idéias com diversas pessoas via e-mail e messenger, e dessas pessoas temos ouvido diferentes "time-line" no processo de imigração por Québec, algo óbvio, pois todos sabemos que existem critérios para a seleção que determinam alguns serem chamados antes ou depois para as entrevistas. Bom, nossa busca por uma vida melhor iniciou-se há algum tempo, lá pelo final do ano 2000 quando resolvi fazer um intercâmbio cultural e aprimoramento profissional nos Estados Unidos. Essa ida à aquele país me "contaminou" com uma idéia ainda mais ousada do que simplesmente melhorar de vida no Brasil, mas sim melhorar de vida fora do Brasil, a príncipio pensei nos Estados Unidos pois já havia tido um primeiro contato de 4 meses vivendo lá, e assim parti para mais uma temporada lá.
Essa temporada foi de 2002 até 2005, consegui trabalhar e estudar nos Estados Unidos legalmente, me inseri ao contexto do país, pesquisei ao máximo todas as possíveis maneiras de conseguir o famigerado green card, mas não era assim que tinha que ser.
Voltei ao Brasil pois havia expirado minha permissão para permanecer trabalhando legalmente, mais do que isso retornei porque meu coração estava partido, eu estava divido porque não tinha a companhia da Ro nesse tempo todo, a ela foi negado o visto Americano duas vezes e com isso eu não queria ficar mais tempo longe e sem uma perspectiva real.
Por isso mesmo quando aqui cheguei comecei minha pesquisa por outras alternativas, sabia que os Estados Unidos estariam fora dessas possíveis alternativas, então pesquisei Austrália, Nova Zelândia e Canadá, a príncipio a Nova Zelândia parecia estar em evidência, pois consegui alguns contatos com Brasileiros que lá viviam e fiquei sabendo que o país também é receptivo a imigrantes e até mesmo uma possível oferta de emprego surgiu.
Mas definitivamente esse também não seria o nosso destino, não nos sentimos empolgados com a idéia e aos poucos tinhamos certeza que não queríamos ir para a Nova Zelândia.
No ínicio de 2006 sentado na minha mesa de trabalho, no tempo em que eu ainda era Assistente de Exportação, navegando pela internet vi sobre uma palestra que iria acontecer em São Paulo, uma palestra sobre imigração para o Canadá, precisamente para a Província do Québec, aquilo me interessou muito, mas o artigo era antigo e eu já havia perdido a palestra, que havia acontecido em Abril/2006, entretanto tomei conhecimento do site do Escritório de Imigração do Québec em Buenos Aires e lá fui eu "revirar" o site de ponta à ponta.
O mais engraçado, ou não, é que eu já havia falado com algumas empresas que auxiliam nos processos de imigração para o Canadá, mas em nenhum momento ninguém falou nada sobre o processo específico de Québec, talvez porque eles temessem que eu me decidisse a fazer o processo sozinho, sem apoio de terceiros, e foi o que de fato aconteceu.
Somente em Agosto de 2006 é que eu e a Ro tivemos a oportunidade de ir a palestra, que foi apresentada por Mme. Soraia Tandel, eu queria que a Ro visse que as chances eram reais e também eu queria ter certeza disso.
Nesse dia meus amigos, tivemos a certeza de que esse sim era o nosso destino, era o que havíamos imaginado e mais do que isso, era a mudança crucial em nossas vidas.
A partir daí começamos a pesquisar tudo o que era possível sobre o Québec, conhecemos a Comunidade Brasil Québec, que é uma fonte de consulta importantíssima e a qual devemos muito, pois recebemos informações e conhecemos pessoas incríveis através dessa comunidade.
Nos filiamos ao Canadá Immigration do Yahoo Groups, recebemos informativos, guias de turismo, mapas e outras coisinhas mais de diversas cidades do Québec.
Começamos a estudar Francês religiosamente e com fervor, todos os dias de nossas vidas a princípio.
Enfim amigos foi uma transformação profunda, houve uma total afinidade com o projeto e hoje nós respiramos Québec, estamos tão envolvidos que até parece que já estamos vivendo lá, de certa forma já estamos mesmo! rsrs
Desculpem o tamanho desse post, mas sei lá, hoje me bateu essa vontade de escrever tudo isso, de dividir, desabafar, sei lá.
A intenção inicial era só postar sobre o nosso "Time Line" que vai se extender ainda mais, pois ligamos para o Escritório de Imigração do Québec em Buenos Aires para saber se havia alguma previsão de mês para a realização de nossa entrevista, e assim fomos informados de que a mesma só acontecerá no próximo ano, isso mesmo só em 2008, e mês? Provavelmente em Abril, mas a pessoa que falou conosco disse que iremos receber um e-mail nos próximos dias informando essa previsão.
Ou seja, se acontecer em Abril mesmo, temos ai mais 6 meses para esperar, espera aí, só esperar não, mas nos preparar em todos os aspectos, melhorar nossas pesquisas, estudar mais Francês e ter certeza que ficaremos afiadissímos para a entrevista, participar de mais encontros de futuros imigrantes, ir ao aeroporto nos despedir daqueles que estarão indo antes de nós, inclusive nossos amigos mais do que queridos, Erika, Nilson e Babi.
Enfim, esse tempo todo que temos pela frente servirá não para nos lamentar mas sim para nos prepararmos ainda mais e mais, e aprendermos que a paciência é uma virtude.
Bom, vou parar por aqui, já são muitas linhas, apesar dessa minha vontade de ainda escrever mais e mais, vou parar, mas não vou desistir jamais.
Obrigado à todos que nos enviam e-mails e deixam recadinhos no blog, e muito obrigado também aos que apenas visitam nosso blog e tomam conhecimento da nossa jornada e também de outros amigos, do fundo do coração obrigado.
Um super abraço fraternal e um mega beijo nos corações!
Fiquem com Deus e uma ótima semana!
Ricardo e Rosangela

segunda-feira, outubro 01, 2007

École Québec 30-09-2007 Foi Ótimo!!

Amigos de jornada,
Eis que mais encontro de futuros imigrantes foi realizado em São Paulo, dessa vez fomos recepcionados na École Québec, aliás esta não é a primeira vez que a escola recebe esse tipo de evento, em 20 de janeiro de 2007 houve também um encontro, aonde tivemos a presença do jornalista Hector Vilar, da Rádio Canadá Internacional, de nossos amigos Partick e Valéria e Erasmo, que já estão morando na Província do Québec.
Apesar do frio foi uma tarde bem agradável aonde tivemos a oportunidade de conversar um pouco e também nos conhecer melhor, para variar foi uma experiência ótima e que com certeza queremos repetir.

Abaixo seguem algumas fotos dessa maravilhosa oportunidade:







Gostaríamos muito de agradecer mais uma vez a Catherine (de branco na última foto), que gentilmente nos cedeu o espaço para a realização dessa reunião, foram horas muito agradáveis, obrigado em nome de todos!
Obrigado também ao nosso amigo Fábio que mais uma vez dividiu com o grupo suas experiências, valeu mesmo Fábião!
É isso gente, esperamos que aqueles que não tiveram a oportunidade de participar desse, venham participar dos próximos encontros que com certeza irão acontecer.
Um abraço fraternal e um beijo no coração,
Ricardo e Rosangela