segunda-feira, dezembro 24, 2007

Natal e Final de Ano!

Amigos de Jornada,


Mais uma vez é Natal e outro ano vai terminando nos trazendo as espectativas do próximo novo ano.

As esperanças se renovam, projetos são idealizados e uma sensação positiva toma conta dos corações.

Dessa forma queremos aproveitar toda essa atmosfera boa e desejar à todos sem exceções um Natal cheio de harmonia e felicidades com as benções do Nosso Criador, e que o ano de 2008 traga muita saúde, muitas realizações e sucesso em todos os aspectos da vida.
Nós particularmente esperamos que o ano de 2008 passe bem "depressinha", e que se Deus quiser ainda em 2008 possamos estar em solo Canadense.
Amigos do coração, um grande abraço e um beijo nos corações.
Felicidades e Saúde sempre!
Sinceramente,
Ricardo e Rosangela
P.S.: Hoje, 26/12/2007 recebemos um e-mail da Mme. Lucy Françozo de Almeida informando que nossa entrevista acontecerá mesmo em Abril/2008, entretanto somente após o carnaval receberemos o e-mail dizendo o dia exato e o local que será realizada a mesma! Uau! Haja coração! Mas pelo menos sabemos que será mesmo em Abril! Allons enfants de la patrie!

segunda-feira, dezembro 17, 2007

Imigrar é...

Olá amigos de jornada,
Como temos visto muita discussão, o que é natural, sobre o tema razões para imigrar resolvemos aqui postar nossas impressões, que fique bem claro que as idéias expressas aqui são nossas, baseadas nas pesquisas que estamos fazendo nos últimos dezesseis meses aproximadamente.
Imigração não é algo simples, definitivamente não, é algo que requer muita dedicação, determiniação e seriedade nesse propósito.
Por que as pessoas estão querendo sair do Brasil? Essa é uma pergunta que cada um de nós sabe muito bem responder, pois cada um tem seus próprios motivos, busca por maiores oportunidades de trabalho; melhor qualidade de vida; uma justiça que funcione melhor para todos; impostos que sejam revertidos para o que realmente devem ser; dar uma melhor chance aos filhos; conhecer uma nova cultura; ter melhor acesso a bens materiais; fugir da violência no Brasil, enfim poderíamos encher um post somente com razões para imigrar para o Canadá.
Na verdade é muito importante que aqueles que tencionam imigrar para o Canadá ou qualquer outro país, tenham em mente que esse será um processo longo, traumático e doloroso. É necessário elaborar um projeto muito sólido, colocar no papel cada etapa, cada passo que será dado, buscar informações reais, lidar com dados oficiais e tomar muito cuidado para não criar uma idéia de que se está indo para a "terra prometida".
Temos visto que a grande maioria dos que estão indo para o Canadá não estão necessariamente em busca de melhores salários, mas no geral procuram uma qualidade de vida superior, um lugar aonde a violência seja em proporções muito menores as que estamos, infelizmente, acostumados aqui no Brasil.
Entretanto também temos notado a decepção de alguns que disseram não ter encontrado o que foi prometido! Espera aí, alguém prometeu alguma coisa? Pelo menos em sites oficiais do Governo Canadense e dos Programas Provinciais eu não vi nenhuma promessa.
É demasiadamente necessário buscar informações sobre a área em que se quer atuar no Canadá, averigüar o que é necessário para reconhecer seu diploma ou enquadrar seu curso às realidades Canadenses, isso sem dúvida é um dos maiores causadores de decepções nas pessoas. Pensar que cursou tantos anos, se preparou tanto, investiu tanto para agora ter que ir trabalhar como garçom, por exemplo? Isso para muitos é inaceitável.
Por isso antes de deixar-mos as terras Brasileiras precisamos nos questionar se estamos preparados para reaprender a "andar".
Alguns itens importantes que devemos colocar na balança:
-Fluência no Inglês;
-Fluência no Francês;
-Experiência de Trabalho;
-Adaptação a um clima bem diferente do nosso, especialmente no inverno;
-Matérias e ou cursos feitos no Brasil terão de fato utilidade no Canadá?;
-Tempo necessário para reconhecer diploma ou uma profissão;
-Disposição para encarar um subemprego;
-Dinheiro guardado para segurar a onda no primeiro ano pelo menos;
-Adaptação dos outros membros da família, quando for o caso;
-Paciência e perseverança num processo que muda radicalmente sua vida.
Analisando cada item profundamente e com sinceridade, poderemos ter uma idéia se teremos êxito no processo de imigração.
Como em tudo na vida algumas pessoas terão mais facilidade de se adaptar, conseguir trabalho mais rapidamente, entre outras coisas. Entretanto não tomemos ninguém como exemplo, lógico que acompanhando o progresso dessas pessoas nós podemos tirar ótimas lições e saber um pouco sobre o processo que em breve também estaremos passando.
Imigrar é uma decisão muito séria, que irá mudar radicalmente nossos futuros, portanto nos empenhemos para não nos decepcionarmos ou termos surpresas desagradáveis.
Sorte à todos sempre!
Um abraço fraternal e um beijo no coração!
Ricardo e Rosangela