quinta-feira, outubro 23, 2008

Imigração - Francês no Québec - Cai a obrigatoriedade antes de chegar lá?

Amigos de jornada,

A grande "paulada" do dia foi a notícia sobre a declaração da Ministra da Imigração, Yoland James, que declarou que o Québec não deve exigir que os futuros imigrantes já cheguem a Província com conhecimento da língua Francesa, mas que haverá sim incentivo para que estudem já em seu país de origem via "Francisation En Ligne" e também na Francisação já no Québec.

Essa notícia tem agitado muito os diversos fóruns sobre imigração e dividido muito as opiniões em relação a essa possível alteração no processo de imigração.


A ministra da Imigração, Yolande James

Abaixo segue o link da notícia veiculada pela Cyberpresse, confiram e tirem suas próprias conclusões.


Particularmente acho estranho essa medida, me parece uma atitude meio desesperada para não "perder" imigrantes na Província. Acho também que isso acarretará numa maior demora aos imigrantes para entrar no mercado de trabalho Quebecois e também no cotidiano da Província que é Francofóna. Por conseqüencia isso deve trazer mais custos para o governo do Québec que terá que investir ainda mais nessa empreitada para atrair novos imigrantes.

É isso amigos, vamos ver o que vai acontecer no decorrer do período, certo?

Um grande abraço e até mais,

Ricardo

quarta-feira, outubro 01, 2008

Espera...Espera...Espera...Espera...Espera...

Olá amigos de jornada,


Ficamos um bom tempo sem nada postar, não que estejamos desanimados, aliás muito pelo contrário, acho que estamos até empolgados demais e com isso nossa aflição fica num patamar avançado.
Entretanto estivemos e de certa forma ainda estamos envolvidos com algumas coisas aqui com a família, especialmente na mudança de minha irmã, estamos desde o mês de Maio/08 correndo atrás de um apartamento para ela, depois de encontrarmos passamos a fase da reforma e por fim a mudança, eu e a Rosangela ficamos responsaveis pelo projeto da reforma e a logística da mudança (nooosa q chique!!). Mas foi isso mesmo e tem sido uma fase bem legal pois saimos um pouco daquela loucura de ficar todos os dias pesquisando no e-Cas, procurando saber do time-line de outros amigos, ou seja está sendo um momento de folga para nossos ânimos, mas sem esquecer do Québec nem por um segundo sequer.
Também estão ocorrendo mudanças no meu trabalho, aliás o trabalho está literalmente mudando de lugar, com isso está uma loucura danada e minhas folgas esporádicas dos sábados agora vivaram história.

Bom, não é nunhuma novidade que esse processo é todo feito de espera, muita espera, aliás nós estamos vivenciando isso, assim como muitos amigos nossos. Nessas horas me lembro de uma música do skank que em determinado momento diz: "...a espera arde sem me aquecer...", e é bem verdade mesmo.

O importante mesmo é que estamos otimistas e aos poucos nos preparando psicologicamente para essa mudança tão importante em nossas vidas.

Pois é amigos, por enquanto é isso, mas estamos ligados no movimento e atentos às informações.

Um grande abraço à todos e até mais!


Ricardo e Rosangela