sexta-feira, outubro 30, 2009

Permis de Conduire - a história de uma carteira de habiltação

Amigos de Jornada,
Hoje vou falar da minha carteira de motorista, pois é fazem seis semanas que marquei meu rendez-vous para o teste teórico da carteira de motorista do Québec, dessa forma ontem dia 29/10/2009 às 11:10hs o meu teste foi aplicado no SAAQ no Boulevard Henri Bourassa.
Chegando lá fui orientado a esperar até que chamassem os que tivessem marcado para as 11:10hs - quando chegou o momento fui para um balcão aonde pré-conferiram a documentação, então apresentei tudo o que me foi pedido no dia que telefonei marcando o teste, e os documentos foram a tradução consularizada da carteira de habilitação brasileira, algo que fizemos logo que chegamos por aqui, a carteira de habilitação brasileira original, o passaporte, a carteira de residente permanente, a confirmação de residente permanente e o cartão de assurance maladie.
Documentos conferidos e aí recebi uma senha para a próxima etapa, passar com outra pessoa que conferiu documento por documento, ai essa pessoa me encaminhou tirar uma fotografia, depois disso foi para outro balcão aonde conferiram meus dados e aonde tive que pagar $ 10,00 pelo custo do teste e depois disso tive que aguardar ser chamado pelo nome para então realizar o teste no computador. Alguns minutos depois me chamaram e então fui me sentar de frente aos modernissímos terminais para a realização do teste, digo que os terminais são modernissímos porque eles me parecem terem sido fabricados no final da década de 70, as imagens demoram a carregar especialmente por serem coloridas, enfim fiz o teste e a coisa é dividida em três partes, primeiro são 16 perguntas sobre Code de la sécurité routière, deve-se acertar pelo menos 12, beleza. A segunda parte mais 16 perguntas sobre Siganilasation routière, mesmo esquema e por fim são 32 perguntas sobre Conduite e sécurité sur la route das quais tem que se acertar pelo menos 28 perguntas.
Para minha felicidade eu passei de boa, errei uma ou outra pergunta mas no fim o que interessa é que passei sem problemas, bom também eu estudei pra caramba nos livros que um amigo me emprestou e fiz muitas vezes o simulado que o site da SAAQ oferece, é um ótimo recurso eu recomendo. (http://www.saaq.gouv.qc.ca/permis/index.php)
Bom, após terminar o teste peguei a papelada para poder marcar o teste prático de volante, a garota me disse que eu poderia marcar ali mesmo ou ligar de casa para marcar, bom eu já estava ali mesmo então já aproveitei a oportunidade e fui esperar para marcar o teste.
Já tinha ouvido de outras pessoas que o teste prático era outra novela, alguns casos levou muitos meses até conseguir fazer, bom eu já estava preparado para isso, então fui ao balcão e a moça que me atendeu foi checar no terminal as datas disponiveis, então ela disse, "ok o seu teste prático acontecerá no dia 30, sexta-feira", ai eu pensei "peraí" amanhã é sexta e é dia 30, será que novembro cai de sexta também, mas nem mal terminei de pensar e a mulher fala sorrindo, "ah, é amanhã seu teste, às 12:20hs", respondi meio desesperado, "amanhã?!!!". Ai a mulher me disse que seu quisesse marcava para mais pra frente, não, não e não, eu vou fazer dia 30 de outubro mesmo, seja o que Deus quiser.
Com isso recebi o kit pré-teste aonde constavam alguns endereços para alugar um carro caso houvesse necessidade, no meu caso houve especialmente porque de um dia para outro eu não teria muito tempo para contatar algum amigo, enfim me dirigi a uma das auto-escolas indicadas, chegando lá me disseram quais os possíveis carros eu faria o teste e aí paguei $ 40,00 antecipados pelo aluguel do carro, o recibo tive que apresentar na SAAQ para realização do teste.
Para evitar qualquer problema, resolvi fazer uma aula de percurso antes do meu teste, ou seja me foram mais $ 40,00 por uma hora de aula, valeu MUITO a pena pois o cara me deu vários toques, várias dicas que fizeram toda a diferença no teste oficial.
Pois bem, depois da minha aula de percurso me dirigi a SAAQ, eu estava bem adiantado mas fui mesmo assim, peguei uma senha e esperei ser chamado, quado fui chamdo toca pagar mais
$ 25,00 pelo trabalho de avaliação, aí toca a esperar mais até que fosse chamado para o teste prático, não adianta, mesmo eu sendo veterano no volante eu estava meio preocupado.
Enfim fui chamado para o teste e graças à Deus meu instrutor foi um cara muito gente boa, muito tranquilo e isso me ajudou a realizar o percurso calmamente, respeitando todas as regras e sem nenhum observação do instrutor, só frisou muito o lance do ponto cego, "é muito importante fazer disso uma prática, aqui no Québec isso é muito importante", fora isso me deus os parabéns e tudo beleza.
Resumo da ópera, o que eu achava que ia levar meses levou apenas 6 semanas, ainda bem pois já estou de posse da minha autorização temporária para dirigir e minha carteira deve chegar em uma semana mais ou menos, detalhe, tive que pagar mais $ 39,97 para emissão e envio da carteira, putz, haja grana! rsrs
Outra coisa, eles não retêm a tradução consularizada da carteira de motorista brasileira e nem tão pouco a original, eles tiram cópia de tudo e te devolvem em seguida.
Mais outra coisa, minha carteira brasileira é de carro e moto, então perguntei como faria para depois tirar a de moto, foi ai que me disseram que somente a de carro eles transferem direto para a categoria 5, demais categorias, como moto e profissional, que é o caso da Ro que tem carteira categoria D no Brasil, categoria 2 no Québec, não podem ser transferidas, o processo tem que ser todo feito do íncio, como para qualquer cidadão quebecois que tira pela primeira vez essas modalidade de carteira de motorisa.
Bom meus amigos é isso, agora só me falta fazer a equivalência dos meus diplomas e assim finalizo a questão de documentos.
Agora vamos ver quem é próximo da lista, a Ro ou o Filipe para tirar a carta, veremos!
Um grande abraço e até logo mais,
Ricardo

quarta-feira, outubro 21, 2009

Resumo dos Últimos Acontecimentos

Amigos dessa sempre excitante jornada,

Muito bem, cá estamos nós para lhes deixar a par das últimas notícias direto do Québec! rsrs
Pois é amigos o tempo vai passando e as coisas aos poucos vão se encaixando, a gente começa a se sentir mais parte do contexto e vai ficando mais à vontade nessa terra de todos os povos.
Dia 11 de outubro completou dois meses que estou trabalhando, estou muito contente pois a empresa é muito boa e no último mês fiz muitas horas extras, apesar de as vezes ficar um pouco puxado está valendo à pena pois tenho que aproveitar esse momento que estou cheio de energia.

Me adaptei bem ao trabalho e já estou bem integrado com o pessoal no geral, também tenho ficado bem atento e conversado muito com o diretor de RH e dessa forma já vislumbrando a possibilidade de crescimento na empresa, especialmente na parte de Comércio Exterior, pois como a empresa tem muitos negócios fora do Canadá e seus principais clintes são, obviamente, Estados Unidos e México, essa seria uma boa oportunidade pra mim uma vez que tenho boa experiência na área e sou fluente em inglês e espanhol. Mas aos poucos a coisa vai acontecendo e já estou bem contente com o que tenho em mãos.
Dia 17 de outubro completamos 4 meses de Québec, pois é o tempo está voando amigos! Tanta coisa já aconteceu e tanta ainda está por acontecer, mas graças à Deus tudo vai se encaixando, a vida vai ganhando um novo sentido a gente vai enxergando a cidade de uma maneira mais ampla, tudo fica mais "nosso".
Ainda há muito a descobrir, muito por fazer e muita coisa tem que ser ajustada, mas podemos dizer que nossa decisão foi muito acertada e que estamos no caminho certo, o porvir nos reserva algo melhor do que até algum tempo atrás poderia, sem dúvida nenhuma.
O OUTONO - "Vixi Maria meu!" que é isso, os termômetros cairam drasticamente nas últimas semanas e com isso já temos experimentado até mesmo sensação térmica negativa, é um treino para o inverno que pelo jeito vai ser cruel também! rsrs Mas não tem problema o importante é estar devidamente agasalhado que a coisa passa tranquilamente, fora que a estrutura por aqui ameniza o frio pois aonde a gente entra está quentinho, no ônibus, no trem, nos mercados, nas lojas, dentro de casa, até no meu trabalho que é um galpão gigantesco eu pensei que passaria frio, mas que nada, o aquecimento é proporcional ao prédio e com isso trabalho de mangas curtas.
HALLOWEEN - É muito interessante como é forte essa tradição no Canadá e também nos Estados Unidos, o povo leva bem a sério e a gente tem visto muitas casas enfeitadas por aqui além de os estabelecimentos comerciais também estarem no clima da festividade, o supermercado Metro aqui perto está todo no clima com aranhas, as famosas "cabeças de aboboras", múmias e outros "elementos" espalhados pelo local, é muito legal.
A foto abaixo é de uma casa em Montréal, um único e simples exemplo pois muitas casas estão enfeitadas.


Bom, o fato mais importante desse mês de outubro foi o aniversário de união Ri e Ro, no dia 6 nós completamos dez anos juntos, estamos muito felizes por essa data tão especial ter acontecido aqui no Québec que foi uma grande conquista para nós.
Nossa união é uma união repleta de ótimos momentos, de muita luta, de momentos tristes também infelizmente, mas o mais importante é que tudo nós enfrentamos JUNTOS, somos sempre um pelo outro e isso nos faz um casal feliz e realizado plenamente.
A magia de se estar junto é justamente isso, saber enfrentar tudo juntos, saber lidar com os problemas de uma forma madura, saber contornar, ouvir um ao outro e mesmo que as vezes as barreiras pareçam intransponíveis não se deixar abater, fortalecer um ao outro, sempre!
Eu agradeço à Deus por ter conhecido a Rosangela e por ela ter entrado na minha vida, pois à partir daí me tornei uma pessoa muito melhor e passei a me sentir completo!
Ro, eu te amo e sempre vou te amar! Haja o que houver estaremos sempre juntos, sempre!!!
Aos amigos que nos acompanham um grande beijo e até mais!
Ricardo

domingo, outubro 04, 2009

Colheita de maçãs com o pessoal da Francisação!

Olá pessoal,
No último dia 30/09 houve a colheita de maçãs organizada pelo pessoal da francisação, pois como já dissémos antes a francisação não é tão simplesmente aulas de Francês, mas sim um programa de integração dos imigrantes à sua nova pátria e seus costumes, aliás a colheita de maçãs é muito tradicional aqui no Québec.

O local foi aqui em Laval mesmo, saimos do Collège Montmorency às 9:40 da manhã, todas as turmas foram juntas desde os iniciantes até os mais avançados, isso também foi legal pois foi possível conhecermos uns aos outros num momento de descontração. A colheita foi muito divertida e todos participaram, inclusive as professoras, e foi um dia típico de outono Quebecois com direito a frio, chuva e também um pouco de sol, mas mesmo assim não quebrou o encanto do passeio que foi muito legal! A francisação realmente está surtindo um efeito muito positivo em nossas vidas, estamos tendo a oportunidade de conhecer pessoas diferentes, aprender não somente o idioma mas os costumes locais, um pouco de cada pessoa que vem de diferentes paises e assim trocar experiências, dessa forma fica mais fácil aprender e falar o francês.
No geral estamos gostando muito, apesar das dificuldades as coisas estão fluindo, pouco a pouco a gente vai acertando e isso é importante.
Muito bem para terminar algumas fotos de nossa aventura na colheita de maçãs, ok?
Uma ótima semana para todos!
Rosangela e Filipe


Na frente do Montmorency, da esquerda para a direita:
Golda, Professora Malya, Ro e Claudia.


A turma na frente do Montmorency - prontos para a colheita!




Aqui os "boia fria" em direção ao local da colheita! rsrs




Filipe mandando ver nas maçãs!



Ro e Filipe


Ro de "saco cheio", de maçãs! rsrs



Filipe e o resultado dos "esforços"!


Mais dos "boia fria" no trator de transporte!







No ônibus escolar (sim, aqueles amarelos!rs)



Nessa foto o único rapaz é o Filipe, do lado esquerdo dele a professora Malya e depois a professora Fatiah.




Da esquerda para direita, Claudia da Colombia, Ro, Yurema do Panamá e Golda do Perú.
Na lojinha de delícias da fazenda.




Aqui quase a turma toda na lojinha da fazenda.